Seguro De Vida

Ter um Seguro de Vida serve sobretudo para garantir a segurança ao nível financeiro. Durante a vida podem acontecer situações inesperadas e é necessário estar preparado para elas. Como por exemplo o aparecimento de doenças graves.

Para casos de invalidez estes seguros também são uma mais valia. Em outras palavras, estão asseguradas as despesas inesperadas ou morte da pessoa segura.

O que é um seguro de vida?

Um seguro de vida salvaguarda o segurado em caso de morte ou invalidez. Ou seja, parte do princípio que existem situações inesperadas durante a vida e garante capital nesses momentos. A subscrição de um seguro de vida assegura também o apoio financeiro diário se estiver hospitalizado.

Tipos de seguros de vida

Existem diferentes tipos de seguro de vida dependendo das coberturas e apoios.

Há seguros de vida que cobrem o risco de morte natural ou por acidente. Logo, garantem que o agregado familiar beneficie de apoio financeiro em caso de falecimento da pessoa segura. O valor a receber é calculado segundo o capital e a idade do segurado, aumentando proporcionalmente.

Outros seguros cobrem o risco de sobrevivência. Assim, garantem que o beneficiário recebe o capital acordado se a pessoa segura estiver viva no fim do contrato. Nesse sentido os beneficiários acabam por ser os próprios segurados que beneficiam de uma poupança.

Existem, ainda, modalidades que conjugam as duas possibilidades anteriores.

Além disso, existem os seguros de vida individuais e de grupo. Enquanto que o seguro individual é realizado para uma pessoa, o de grupo pode ser para várias. Estas pessoas têm que estar ligadas entre si através de um interesse ou vínculo. Esta modalidade pode ser contributiva ou não contributiva. Na primeira existe a contribuição de todas as pessoas para o prémio, na segunda o tomador do seguro é o único que contribui.

Coberturas de um seguro de vida

Os seguros de vida englobam diferentes coberturas que variam em função do valor do prémio.

Estas coberturas podem ir de diagnósticos de doenças graves tal como Cancro, AVC ou Enfarte do Miocárdio à Invalidez. Dentro desta última tem vários níveis, poderá ser Invalidez Absoluta e Definitiva ou Invalidez Total e Permanente.

Coberturas também muito frequente é de Morte por acidente de circulação e o subsídio diário de hospitalização por acidente.

Atualmente cada vez mais seguros de vida cobrem também o subsídio de funeral fundamental para os beneficiários do seguro. 

Embora o prémio do seguro aumente consoante as coberturas, também o capital disponível é maior.

O que devo saber antes de contratar um seguro de vida?

Antes de contratar um seguro de vida há diversas condições que se deve confirmar.

A credibilidade da seguradora e a sua capacidade financeira são fundamentais para garantir o capital investido. As coberturas do seguro de vida também devem estar definidas à partida. As condições do contrato também devem ser bem analisadas para garantir que não existem taxas posteriores que possam aumentar o valor do prémio.

É também necessário conferir as exclusões do seguro. Às vezes os seguros não cobrem desportos radicais, algumas doenças e níveis baixos de incapacidade/invalidez.

Um seguro de Vida, ainda assim, é sempre aconselhado uma vez que previne as consequências económicas de imprevistos. Sejam estes morte prematura, acidente, doença grave ou invalidez.

Além disso, o seguro de saúde traz ainda deduções dos prémios no IRS.

Não abdique de prevenir todas as situações e ainda ganhar algum capital com isso. Um seguro de vida é um investimento. O intermediário de seguros poderá confirmar todas estas situações por si para lhe garantir a melhor solução. 

Para saber mais sobre este e outros temas acompanhe as nossas redes sociais: Facebook, Instagram, Linkedin e Youtube e o nosso blog!

 

 

 

Phone
Messenger
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone